Fórum de RPG: Islands
Sejam bem-vindos! Faça o login ou registre-se e participe dessa nova aventura!

Para os já membros: nova missão à vista! Para mais esclarecimentos, vá ao tópico Missão 1, localizado no fórum Atualizações do Narrador.
Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Conectar-se

Esqueci minha senha

Calendário

Calendário:
Então, como todos que jogam sabem, nós seguimos um calendário de turnos. Nessas primeiras semanas turnamos no dia 07 de junho de 2080. Dia 04 de junho de 2011 todos os turnos devem ser encerrados para que o novo dia comece. Dessa vez pularemos duas semanas, estaremos turnando no dia 21 de junho de 2080. Postaremos com o narrador resumindo toda a trama. Aguardem!


Votações
Melhores FPs:
VOTE AQUI!

Ganhadores dos Melhores Turnos:
Lisa Marie, Angelique, Claude Barton e Adam
Confira aqui!

Melhores Avatares:
VOTE AQUI!

Ganhador dos Melhores Posts:
Lisa Marie Barton e Arauel (Player: Bibs)
Confira aqui!

Avisos
Missão do semestre:

Aves Encantadas: CLIQUE AQUI!

Novidade das missões:
Novo poste com o narrador AQUI.

Novidades:
Novas Votações!

Quem está conectado
1 usuário online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 1 Visitante

Nenhum

[ Ver toda a lista ]


O recorde de usuários online foi de 14 em Sab Jun 22, 2013 3:47 am
Últimos assuntos
» [CHAT & FOFOCAS]
Ter Jan 06, 2015 9:35 pm por Beliel

» [PERSONAGENS E PHOTOPLAYER]
Ter Maio 28, 2013 1:05 pm por Selene Corvinus

» [FP] Selene Corvinus
Seg Maio 27, 2013 7:49 pm por Selene Corvinus

» [VAGAS DAS RAÇAS E PEDIDOS]
Seg Maio 27, 2013 7:34 pm por Selene Corvinus

» [FP] Conde Clawss
Dom Maio 12, 2013 4:33 pm por Ishtar

» [LISTA E VAGAS DE EMPREGOS]
Qua Maio 01, 2013 3:48 am por Conde_Clawss

» Bar e Hotel London
Qui Jan 03, 2013 6:40 pm por Ishtar

» Malek Falls Vaclavs
Dom Abr 15, 2012 1:21 pm por uivo-trovao

» [FP] Aaron Larkin.
Qui Jan 05, 2012 6:24 pm por Aaron Larkin

Parceiros

[FP] Adam Monroe

Ir em baixo

[FP] Adam Monroe

Mensagem por RoOt'S em Seg Abr 25, 2011 10:40 pm


Nome: Adam Monroe
Como gosta de ser chamado: Adam
Idade: Indeterminado (morreu aos 19 anos)
Sexo: Masculino

Raça: Demônio
Onde vive: Dimensão Downwolder
Trabalho: Amedrontar, atormentar e levar os puros para o lado negro da força. Causar guerra e destruição entre as demais raças.

Cabelos: Castanhos
Cor dos olhos: Esverdeados
Aparência Humana: Estatura mediana, pele clara e corpo magro, porém, totalmente definido. Em sua forma humana aparenta ser um humano "fraco".
Aparência Original: Estatura mediana, pele vermelha com marcas negras por todo o corpo. Careca, tem os cabelos substituídos por chifres que formam uma espécie de coroa em sua cabeça, os olhos mesclam as cores vermelha e amarela, lembrando chamas e a íris é completamente negra.

Atributos:
Destreza: 10
Carisma: 20
Inteligência: 15
Raciocínio: 20
Força: 10
Autocontrole: 10
Coragem: 15

● O inicio... E o fim? ●

- Aí minha cabeça... - Adam acorda, a cabeça parecia que iria explodir, uma rápida olhada a sua volta e o garoto logo percebe que não estava em sua casa, porém, não fazia idéia de onde realmente estava. Haviam dezenas de garrafas de bebidas espalhadas pelo chão do luxuoso apartamento em que ele se encontrava, além de mulheres... Muitas mulheres! Várias garotas o rodeavam, caídas no chão à maioria das garotas encontravam-se nuas, todas bêbadas ou drogadas, alguns outros garotos também estavam ali caídos, amigos de Adam que assim como ele, não tinham nenhum tipo de propósito na vida. Viviam apenas para se divertir sem se importarem com as demais pessoas, isso incluía amigos e até seus próprios familiares.

Adam se levantou com alguma dificuldade, a cabeça ainda doía bastante, logo o garoto imaginou que isso deveria ser conseqüência dos abusos da noite anterior, lembrava vagamente das injeções de heroína e da quantidade absurda de álcool ingerida, o sexo com as diferentes garotas na noite anterior também apareciam na mente de Adam em pequenos “flashs” de memória, o garoto abre um pequeno sorriso e ainda cambaleante vai saindo do apartamento.

Caminhando no corredor o garoto tentava lembrar o que havia acontecido antes da festa, ele não se lembrava exatamente como tinha chegado até aquele lugar, mas lembrava que havia recebido um telefonema de um amigo o convidando para a tal festa. Já no elevador algumas outras imagens começavam a brotar na cabeça do garoto, agora ele lembrava da discussão com sua mãe. Ela lhe havia aconselhado a não ir até a festa, disse que seria perigoso, que os garotos não eram companhia adequada para Adam, ele por sua vez não deu a mínima para sua mãe, pelo contrário, apenas a zombou dizendo que a mesma era uma velha idiota e que não deveria se intrometer em sua vida. Ao lembrar da forma como havia falado com sua própria mãe o garoto começa a sorrir, achava-se o dono da situação, tratava sua mãe com desprezo e nunca a respeitava da forma que a mesma merecia. O pai de Adam sempre foi ausente, cuidando sempre de seus interesses pessoais, não dava atenção para o filho e para a mulher. Sempre preocupado com o dinheiro, buscava ganhar mais e mais, e nos momentos que tinha para se divertir, sempre estava com outras mulheres gastando e curtindo a vida, esquecendo-se que em casa tinha uma mulher e filho que esperavam a atenção dele.

Adam cresceu com essa imagem de homem, e com o tempo, amadureceu a idéia de que o dinheiro tinha que ser tudo na vida de um homem, o dinheiro precisava ser idolatrado e todo o homem que quisesse ser bem sucedido na vida, deveria colocar o dinheiro sempre em primeiro lugar. Com essa mentalidade, Adam sempre aproveitou todos os benefícios que o dinheiro podia lhe dar, apesar do pai ausente, Adam sempre soube gastar bem o dinheiro de seu pai: festas, carros, roupas, mulheres, drogas, tudo que o dinheiro podia lhe dar. Mesmo assim Adam também valorizava o poder aquisitivo de sua família e sempre que possível tentava de alguma forma conseguir mais e mais dinheiro, em alguns casos, usava métodos pouco dignos, como extorquir alguns amigos e quando mais novo até alguns roubos. Mesmo cometendo tais erros o garoto não se arrependia de nada, acreditava estar certo de que não importavam quais eram os meios, o que importava de verdade era ter dinheiro, mais e mais dinheiro.

Adam já chegava ao estacionamento, caminhava lentamente e tudo a sua volta girava deixando claro que o garoto ainda estava sob efeito das drogas e álcool usados durante praticamente toda à noite. Após alguns minutos de caminhada Adam avista seu carro, um Porsche Cayman amarelo, a cor chamativa destacava no estacionamento escuro. Com certa dificuldade o garoto entra no carro, senta-se no confortável banco de couro e liga o som no máximo, liga o carro e sai em disparada do estacionamento. Adam pega a estrada e dirigia em altíssima velocidade em direção a sua casa, completamente fora de si, era evidente que o garoto não tinha nenhuma condição de estar guiando aquele veiculo, mesmo assim, Adam não dava a mínima, acelerava o quanto conseguia e o motor de seu carro chegava a seu limite.

Empolgado com a sensação de liberdade que a altíssima velocidade de seu carro lhe proporcionava, em conjunto com o som alto que embalava os movimentos de seu corpo, e os efeitos dos excessos da noite anterior em sua mente, Adam não percebe que havia ultrapassado os limites da estrada, já se encontrava em perímetro urbano, o limite de velocidade era menor e agora cruzamentos e semáforos já eram uma constante, e foi exatamente em um desses semáforos que a vida de Adam começava a mudar. O Cayman amarelo vinha em altíssima velocidade, o semáforo estava amarelo e rapidamente muda para vermelho, distraído com a musica, balançando a cabeça do ritmo da mesma e com seus reflexos reduzidos, o jovem garoto não percebe um grande caminhão de lixo adentrando o cruzamento, Adam não teve nem tempo de frear, a batida inevitável aconteceu e Adam que havia se esquecido de colocar o cinto de segurança foi arremessado pelo vidro da frente, Adam foi jogado a vários metros, teve varias fraturas por todo o corpo, além de traumatismo craniano, os ossos da face foram quase todos destruídos com a força do impacto e as dezenas de pancadas que a cabeça do garoto sofreu contra o asfalto.

● Morte e nova vida ●

- Nossa... Onde eu estou? – Adam vê de longe seu carro, o lindo Porsche estava irreconhecível, um aglomerado de pessoas circulava alguma coisa a vários metros do acidente, carros de policia e de resgate também estavam no local, Adam foi caminhando até se aproximar da multidão de pessoas, pedia licença para tentar ver o que acontecia, porém, ninguém lhe escutava, as pessoas o ignoravam e parecia que não conseguiam enxergá-lo ali. Um policial começa a dar alguns gritos dispersando as dezenas de curiosos, abrindo assim caminho para que Adam conseguisse chegar mais perto.

- Senhor... o que está acontecendo aqui? – O policial não lhe responde e o ignora totalmente. – EI CARA... ESTOU FALANDO COM VOCÊ! – Adam grita mais alto e novamente não obtém sucesso, o homem simplesmente o ignorava e segue em outra direção. Adam se aproxima mais para ver por si só o que estava acontecendo, e então o choque... Adam visualiza seu próprio corpo caído no asfalto, os olhos abertos fitavam o nada, o sangue a sua volta, os ferimentos, as marcas, era fácil dizer que não existia vida naquele corpo. Isso ficou ainda mais evidente quando um dos homens do resgate balança a cabeça em sinal negativo e em seguida um lençol é jogado sob o corpo.

- Mas o que... Não... Não pode ser isso... NÃO, ESTÁ ERRADO... EU NÃO MORRI, EU ESTOU AQUI... OLHEM PRA MIM... IDIOTAS... – Adam gritava, olhava a seu redor e as pessoas começavam a se afastar chocadas com a cena, um jovem garoto perdia a vida ali, algumas pessoas chocadas balançavam as cabeças e começavam a deixar o local, a policia vasculhava o carro atrás de documentos para tentar localizar a família. – EIII... OLHEM PRA MIM...- Adam continuava gritando até ser interrompido por uma voz que fez sua espinha congelar... – Calado, idiota... – Adam se vira e cai sentado com a visão que estava vendo, ali se iniciava a nova fase da vida do garoto.

● A sede de poder ●

– QUEM É VOCÊ? – Adam estava assustado, caído sentado no chão ele tinha a visão de uma sombra negra, a estatura de um homem com um longo manto negro cobrindo todo o corpo, não era possível ver seu rosto, apenas dois olhos amarelos e um sorriso diabólico.
– Ora Adam, eu sou seu guia... MHAHAHAHAHAHAHAHAHA – Adam não entendia absolutamente nada, estava caído ali e agora começara a sentir medo daquela visão.
– Guia? Que guia... O que diabos é você? – Adam estava apavorado e extremamente confuso com tudo aquilo, não queria acreditar que estava morto.
– Vamos deixar uma coisa bem clara aqui Adam, você morreu... E agora chegou a hora de prestar seus serviços para conseguir novas almas para nós... – A cada palavra pronunciada por aquela “coisa” Adam ficava ainda mais amedrontado, e ainda mais confuso.
– Vamos ver a sua vida Adam... – Nesse instante Adam e o “mensageiro” foram transportados para alguns momentos da vida do garoto. O primeiro momento foi ainda na infância, Adam torturava o cachorrinho de sua vizinha, com um pedaço de pau o garoto batia no pobre animal indefeso que gritava e clamava por socorro, Adam parecia sentir prazer com a dor do pobre animal.
– Maltratar animais? Quanta crueldade Adam... – O mensageiro sorria mostrando grandes dentes pontiagudos e afiados. Adam esboçava uma reação quando novamente eles foram transportados para outro momento da vida do garoto.
Dessa vez Adam estava dentro de uma pequena loja, o garoto entra e entrega uma lista de compras para uma velha senhora, proprietária da loja, a mesma sorrindo levanta-se do caixa para pegar as coisas para Adam, que se aproveitando da situação da à volta no balcão, abre a gaveta e rouba uma certa quantia em dinheiro da pobre senhora.
– Roubando Adam? Com todo o dinheiro que seu pai tem, você ainda roubava? tsc tsc tsc... – Mas uma vez Adam tenta falar alguma coisa, porém, outra vez são transportados para outro momento da vida do garoto, Adam apenas vira os olhos em sinal de reprovação e então se cala.
Adam estava com sua mãe em casa, a mesma lhe pede ajuda para arrumar a casa, porém o garoto a destrata, xinga sua mãe e corre para seu quarto resmungando e ofendendo-a de diversas formas, sua mãe começa a chorar em silêncio e parte para arrumar sua casa sozinha.
– Já ouviu falar que respeitar pai e mãe e essencial para que seus dias se prolonguem na terra? – Adam da de ombros, para ele tudo aquilo era indiferente, o “mensageiro” apenas sorri vendo que Adam não se importava nem um pouco com tudo aquilo que estava vendo. – Sem arrependimentos? MARAVILHOSO!
Mais uma “viagem” e dessa vez ambos são transportados para a festa recente onde Adam esteve noite anterior, a visão mostrava Adam bebendo, se drogando e tendo relações sexuais com varias garotas ao mesmo tempo, assim como muito de seus amigos, a visão foi a mais longa de todas, Adam viu praticamente tudo que fez durante a festa, até a chegada a seu carro.
– Fica até difícil contar quantos pecados você cometeu nessa festa Adam, além é claro das burrices... Sabe quantas doenças você pegou nas relações sexuais? Sabe os danos que as drogas lhe causariam? – Mais uma vez a reação de Adam é a mesma, ele apenas da de ombros e balança a cabeça não demonstrando nenhum arrependimento.
– Fascinante! Pelo visto você está ciente de todos os seus erros e mesmo assim não se arrepende deles, parece que você cometeu todos os erros conscientemente, não tinha medo das conseqüências pós-morte? – Adam se levanta e segue até o “mensageiro”, agora tinha um semblante mais calmo e diz:
– Nunca acreditei em céu ou inferno, pecado ou coisas boas, isso não existe...
– Ah existem sim, como você pôde ver, em toda a sua vida você somente cometeu erros e pecados, de fato céu e inferno não existem, são apenas uma crença das pessoas, mas, suas escolhas ditam o que você vai ser na sua morte... Ou seja, você foi ruim a vida toda, agora, é hora de se juntar a nós no lado ruim da morte.
– E quem seria “nós”? - Adam questiona.
– Você vai descobrir... A sua hora não era agora, você não precisava morrer agora, mas você procurou isso, procurou a morte, e ela veio até você. Agora é hora de você se juntar ao nosso lado, e conseguir novas almas para nós.
– Sim, novamente “nós”... - Adam vira os olhos ainda sem entender o que o mensageiro queria dizer.
– Como eu disse, você vai descobrir, existe muita coisa no mundo que você não faz idéia Adam, e vai descobrir com o tempo. A questão agora é você saber o que ganha do nosso lado.
Ao ouvir que “ganharia” alguma coisa, Adam começa a se interessar por ouvir a proposta que o tal ser estava prestes a lhe oferecer, a ganância de Adam era evidente, mesmo após a morte as piores qualidades do garoto continuavam mais vivas do que nunca.
– Você será um demônio, como eu Adam. Terá o poder de ler mentes, habilidade de andar entre os humanos disfarçado como eles, poderá voar e ainda terá o poder de influenciá-los em suas decisões, incitando-os a cometerem pecados que os trarão para o nosso lado quando eles morrerem.
Adam demonstra muito interesse ao saber de tudo que poderia fazer, habilidades que ele nem se quer imaginava que poderia ter, logo o jovem começa a pensar em todas as possibilidades que teria com todo aquele poder, e claro, para uma pessoa gananciosa como Adam poder era algo que contava muito.
– A idéia é muito... Atraente, quando é que eu posso começar então? – Adam demonstra claramente todo o seu interesse, não estava realmente interessado no que aconteceria consigo, queria mesmo era todo aquele poder, e com ele todas as possibilidades.
– Muita calma meu caro, não é tão simples assim... Antes de se unir de uma vez a nós, você precisa passar por um teste... – O demônio sorri para Adam, tudo estava muito fácil até aquele momento, era fácil imaginar que Adam precisaria fazer algo para ter direito a todo aquele poder, mesmo assim o jovem não tinha nenhuma intenção de desistir de tudo agora, estava disposto a fazer o que fosse preciso para conseguir aquilo.
– Sem problemas. Apenas me diga o que preciso fazer e eu farei. - Adam estica sua mão propondo um aperto de mão para selar o trato com o demônio, que apenas sorri para Adam.
– Se é assim, vamos lá então – Ambos são transportados novamente, Adam vê agora o seu velório, sua mãe chorava sob o caixão do garoto, seu pai mantinha-se firme por alguns minutos, até que seu celular toca e ele deixa o velório do filho para cuidar de assuntos mais importantes.

● Até as ultimas conseqüências ●

As “viagens” seguiram por mais algum tempo, Adam notou que enquanto ele trocava algumas palavras no dialogo com o demônio, vários dias se passavam no plano terrestre. A cada nova “viagem” uma nova visão da mãe de Adam era vista, o demônio sempre mostrava como a vida da mãe do garoto estava difícil sem o filho, e Adam começou a perceber que durante toda sua vida tinha sido um péssimo filho, não que aquilo o estivesse incomodando, ele apenas percebeu que realmente era uma má pessoa, e a cada momento tinha mais certeza de que agora estava no lugar certo.
– Bom, como você pode ver Adam, sua mãe está sofrendo bastante com a sua morte, para você se juntar definitivamente a nós terá uma tarefa bastante simples; precisa convencê-la a se suicidar. – O demônio olha para Adam com um olhar de incerteza, não sabia se Adam teria algum problema em realizar tal tarefa, e no fundo desconfiava de que Adam poderia não aceitar o desafio.
– Isso é tudo que preciso fazer? Por mim tudo bem.

Ainda não confiando em Adam o demônio resolveu acompanhá-lo de longe, durante vários dias Adam fez pequenas aparições para sua mãe, em sonhos, movendo objetos, sussurrando em seu ouvido, provocando-a das mais variadas formas, tentando de alguma forma mostrar que estava ali e que o lugar onde ele estava era bom, que ela deveria ir se juntar a ele e acabar com a vida de sofrimento que levava. Adam era convincente, persuasivo, mentiroso e incrivelmente manipulador, aproveitando o estado emocional da mulher ele usava de todas as suas artimanhas para plantar idéias em sua cabeça. Sua tarefa inicial era apenas conseguir que sua mãe tirasse a própria vida, mas Adam queria ir além, queria usufruir todas as possibilidades que aquele poder poderia lhe conceder.

Duas semanas após iniciar seus objetivos Adam já tinha certeza que teria sucesso, sua mãe parecia outra pessoa, andava sorrindo, parecia feliz e Adam sabia que ela estava pronta para realizar o que ele lhe ordenasse. A noite chegou, o pai de Adam adentrou a casa e foi direto para o banho, a mãe de Adam estava deitada e fingia dormir, sendo manipulada pelo filho a mulher guardava uma faca embaixo de seu travesseiro e esperou pacientemente pelo pai do garoto. O mesmo deitou-se e dormiu e quando Adam teve certeza de que o pai estava dormindo, colocou seu plano em prática.
– Chegou à hora mamãe... – Adam sussurrou no ouvido de sua mãe que apenas sorriu, com um movimento rápido ela se virou e cravou a faca no pescoço do pai do garoto, uma, duas, três vezes, movimentos repetidos e fortes, a morte foi quase instantânea.
– Isso foi magnífico mamãe, papai já está comigo, agora venha... É a sua vez... – Após sussurrar novamente no ouvido da mulher, a mesma cravou a faca contra o próprio pescoço, caindo para trás desfalecida na cama. O trabalho estava feito, e muito bem feito por sinal.

– Bom, acho que agora já posso ter o que você me ofereceu, certo? – Adam sabia que estava sendo observado, e sabia que o demônio estava proximo dele o acompanhando desde o inicio.
– Isso foi simplesmente... Brilhante... Você é de longe o melhor recruta que eu já consegui Adam... Bem vindo. – O demônio novamente transporta Adam, dessa vez ambos aparecem em frente a uma grande porta negra, com dezenas de metros de altura.
– Essa é a porta para a dimensão Downwolder, ao cruzá-la você conhecerá sua verdadeira forma como demônio e esse será seu novo lar, daqui você receberá suas ordens e recuperará suas energias quando necessário.
Adam apenas acenou com a cabeça, estava incrivelmente ansioso por tudo aquilo, assim que o demônio toca a porta a mesma se abre lentamente, Adam começa a caminhar e assim que chega ao outro lado sua nova forma é vista, até Adam se assusta em um primeiro momento, sua pele havia se tornado vermelha como o sangue, marcas negras cobriam praticamente todo o seu corpo, seus dentes haviam ganhado uma forma mais pontiaguda e seus olhos pareciam duas pequenas bolas de fogo. Além é claro dos chifres que formavam uma espécie de coroa na cabeça de Adam, de fato, uma aparência digna de um verdadeiro demônio. Logo Adam começa a sorrir, finalmente, sua nova vida começaria, e Adam não via a hora de começar a usar todas as suas habilidades, testar todo o seu potencial e conseguir tudo que fosse possível com seus novos poderes.

Photoplayer: Adam Brody

Forma Original: Darth Maul (Star Wars)


_________________


~ Adam Monroe - Demon ~


- Lets to the darkside? -


avatar
RoOt'S
Moderador

Mensagens : 35
Data de inscrição : 23/04/2011
Idade : 29

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [FP] Adam Monroe

Mensagem por Angelique Barton em Seg Abr 25, 2011 10:59 pm

Amei. *O*
GAMEI GAMEI GAMEI.
O mundo não precisa de anjos. ♥

_________________

My heart is just too dark to care, I can't destroy what isn't there
Deliver me into my Fate, if I'm alone I cannot hate
I don't deserve to have you...
Uh, my smile was taken long ago, if I can change I hope I never know.


OH NA NA, WHAT'S MY NAME?

Angelique Saint Clair Barton
avatar
Angelique Barton
Administrador

Mensagens : 179
Data de inscrição : 23/04/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [FP] Adam Monroe

Mensagem por Angelique Barton em Seg Abr 25, 2011 11:00 pm

E A FICHA ESTÁ

APROVADISSIMA!

_________________

My heart is just too dark to care, I can't destroy what isn't there
Deliver me into my Fate, if I'm alone I cannot hate
I don't deserve to have you...
Uh, my smile was taken long ago, if I can change I hope I never know.


OH NA NA, WHAT'S MY NAME?

Angelique Saint Clair Barton
avatar
Angelique Barton
Administrador

Mensagens : 179
Data de inscrição : 23/04/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [FP] Adam Monroe

Mensagem por Narrador em Seg Abr 25, 2011 11:21 pm

AMEI sua ficha. *-*
avatar
Narrador
Administrador

Mensagens : 177
Data de inscrição : 12/04/2011

http://islands.forumeiro.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [FP] Adam Monroe

Mensagem por RoOt'S em Seg Abr 25, 2011 11:28 pm

*------*
Valeuuu MEUUUU xuxuuu!
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk'

Valeuuu pimentãozinhooooo
kasokaoskaoskoaksokaosaokasoksaokaosa

;*

_________________


~ Adam Monroe - Demon ~


- Lets to the darkside? -


avatar
RoOt'S
Moderador

Mensagens : 35
Data de inscrição : 23/04/2011
Idade : 29

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [FP] Adam Monroe

Mensagem por Beliel em Seg Abr 25, 2011 11:35 pm

Uhuul


outro demon !!

amei a ficha !
avatar
Beliel

Mensagens : 132
Data de inscrição : 25/04/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [FP] Adam Monroe

Mensagem por Lúcifer em Qua Abr 27, 2011 9:47 pm

Agora eu li
oloco meu filho
vem k que seu pai lhe ensina uns truques UISAHRIUASHRIUASHRASIUHRASIUHRAS

_________________
loading...
avatar
Lúcifer
Moderador

Mensagens : 448
Data de inscrição : 24/04/2011
Localização : Sheol

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [FP] Adam Monroe

Mensagem por RoOt'S em Qua Abr 27, 2011 10:31 pm

A familia toda reunidaaaa.... eeee belezaaaaa! xDDDD

_________________


~ Adam Monroe - Demon ~


- Lets to the darkside? -


avatar
RoOt'S
Moderador

Mensagens : 35
Data de inscrição : 23/04/2011
Idade : 29

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [FP] Adam Monroe

Mensagem por RoOt'S em Qua Maio 11, 2011 5:59 pm

Ganhei 10 pontos pela votação de Melhores Turnos:
Vou adicionar todos os pontos em Força, totalizando agora 20 ptos em força.


Atributos:
Destreza: 10
Carisma: 20
Inteligência: 15
Raciocínio: 20
Força: 20
Autocontrole: 10
Coragem: 15

_________________


~ Adam Monroe - Demon ~


- Lets to the darkside? -


avatar
RoOt'S
Moderador

Mensagens : 35
Data de inscrição : 23/04/2011
Idade : 29

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [FP] Adam Monroe

Mensagem por Liliandil em Qua Maio 11, 2011 7:51 pm

Own quero ganhar pontoo U_U

eu nucna ganhei nem um bingo na vida jah to acostumada Razz
avatar
Liliandil

Mensagens : 269
Data de inscrição : 28/04/2011
Localização : Heaven

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [FP] Adam Monroe

Mensagem por Beliel em Sex Maio 13, 2011 11:58 pm

tu add em força pq ficou com trauma no turno com a lisa que eu sei!!!

*troll face*
avatar
Beliel

Mensagens : 132
Data de inscrição : 25/04/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [FP] Adam Monroe

Mensagem por Liliandil em Sab Maio 21, 2011 2:12 pm

BEM PENSADOOOO bely

YASUASHUAHSUAHS'

troll face << ri pakas
avatar
Liliandil

Mensagens : 269
Data de inscrição : 28/04/2011
Localização : Heaven

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [FP] Adam Monroe

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum